Autocuidado: o que é na prática?

Autocuidado significa realmente ouvir seu corpo. Reservar momentos para verificar, intencionalmente, sintonizar-se com os pensamentos que se passam em sua mente. Desafiar seus comportamentos e sistemas de crenças se as coisas parecerem desalinhadas em sua vida.

Significa fazer coisas para cuidar de nossa mente, corpo e alma, participando de atividades que promovam o bem-estar e reduzam o estresse. Isso aumenta nossa capacidade de viver de forma plena, vibrante e eficaz. A prática do autocuidado também lembra a você e aos outros que suas necessidades são válidas e prioritárias.

Como posso me ajudar a ter o autocuidado?

Técnicas de autocuidado e mudanças gerais no estilo de vida podem ajudar a controlar os sintomas de muitos problemas de saúde mental. Além disso, eles também podem ajudar a prevenir o desenvolvimento ou agravamento de alguns problemas. 

Aqui estão algumas dicas para cuidar de si mesmo que podem ser úteis.

Se isso funcionar bem para você, poderá descobrir que não precisa de nenhum tratamento formal. No entanto, é importante lembrar que é improvável que haja uma solução instantânea. 

A recuperação de um problema de saúde mental pode exigir tempo, energia e trabalho.

Fique atento à sua saúde mental

Ouça a si mesmo. Quando está tendo um dia ruim, ajude-se a cumprir seus compromissos. Fique ciente de seus gatilhos – coisas que desencadeiam seus sentimentos difíceis.

Identifique seus primeiros sinais de alerta. Mantenha um diário do humor. Construa uma ideia de autoestima. 

Alimente sua vida social

Sentir-se conectado a outras pessoas é importante. Isso pode ajudá-lo a se sentir valorizado e confiante sobre si mesmo e pode lhe dar uma perspectiva diferente sobre as coisas. Se possível, tente passar algum tempo conectando-se com amigos e familiares.

Se você não tem amigos e familiares que o apoiam e está se sentindo isolado, existem outras maneiras de fazer conexões. Por exemplo, você pode tentar ir a eventos da comunidade onde possa ter alguns interesses ou experiências em comum com outras pessoas, ou ingressar em um grupo como um clube social local ou equipe esportiva.

Arranje tempo para atividades terapêuticas

Existem várias técnicas e terapias que você pode praticar com segurança por conta própria. 

Por exemplo:

Relaxamento, Auto-hipnose e Meditação – são técnicas terapêuticas que colocam você em um estado mental e emocional mais atento ao momento presente. Isso pode significar tanto fora, no mundo ao seu redor, quanto dentro, em seus sentimentos e pensamentos. Consulte nossos artigos e cursos sobre meditação para obter mais informações.

Entrar na natureza – sair para um ambiente verde, como um parque ou o campo, é especialmente bom para você. Mesmo que você não tenha um jardim ou não tenha muita mobilidade, cuidar de plantas ou animais dentro de casa pode ajudá-lo a obter alguns benefícios da natureza. 

Cuide da sua saúde física

Tomar medidas para cuidar de sua saúde física também pode ajudá-lo a controlar sua saúde mental. O exercício regular não precisa ser muito extenuante para ser eficaz. Você pode tentar exercícios leves, como dar uma caminhada curta, fazer ioga ou nadar. O importante é escolher algo que você goste de fazer. Em alternativa, peça conselho ao seu médico.

Durma o suficiente

Descanse quando puder. Isso pode ajudá-lo a ter energia para lidar com sentimentos e experiências difíceis.

Evite substâncias tóxicas 

Embora você possa querer usar substâncias para lidar com sentimentos difíceis, a longo prazo eles podem fazer você se sentir muito pior.

Reserve tempo para cuidados pessoais

Quando você está passando por um problema de saúde mental, é fácil para os cuidados pessoais não parecerem uma prioridade. Mas pequenas coisas do dia a dia, como tomar banho e se vestir de forma valiosa, podem fazer uma grande diferença em como você se sente.

Coma saudavelmente

O que você come, e quando você come, pode fazer uma grande diferença em como você se sente bem.

Estresse menos

Todos nós conhecemos a sensação. Ele pode se tornar um fardo real para a saúde se você se encontrar nesse estado o tempo todo. Além disso, o estresse pode ser contagioso, e quanto mais estressados pensamos que estamos, pior pode ser para a saúde do nosso coração.

Superando barreiras para o autocuidado

Enfim, adotar dicas de autocuidado em sua rotina não é apenas vital para sua saúde mental, mas sabemos que quanto mais praticamos atividades de autocuidado, mais confiantes, criativos e produtivos somos. Sem mencionar que também experimentamos mais alegria, tomamos decisões melhores, construímos relacionamentos mais fortes e nos comunicamos de forma mais eficaz.

E detalhe: só porque um comportamento é “bom para você” não significa que seja autocuidado. Na verdade, você precisa obter algum senso de gratificação disso para que seja autocuidado. Embora atividades como esportes ou meditação possam ser boas para sua saúde e bem-estar geral, se você as odeia, elas não são consideradas autocuidado. 

Em última análise, sua rotina de autocuidado deve torná-lo uma versão melhor de si mesmo. Assim, descubra o que o faz se sentir centrado. 

Pense em como você pode incorporar essas coisas em sua vida diária. Estabeleça metas para incorporar comportamentos de autocuidado todos os dias. Depois de decidir quais práticas de autocuidado gostaria de incorporar em sua vida, torne sua meta realista e mensurável. Quando você consegue cumprir isso por uma semana, pode definir uma meta mais desafiadora.

Ajuste sua abordagem conforme você avança. Tudo bem se houver solavancos ao longo do caminho. Estamos falando sobre uma prática, estamos falando sobre tentativa e erro e também sobre nossas necessidades mudando ao longo do tempo.

Mais autocuidado na prática

O autocuidado não deve ser uma tarefa árdua. Mais autocuidado é = + autoconsciência – o que equivale a mais amor-próprio.

Todos nós passamos por momentos em que precisamos dar um passo para trás e focar em nós mesmos. O autocuidado não é egoísta. Você deve encher sua própria xícara antes de derramar em outras.

Mesmo durante a COVID-19, quando muitos de nós temos mais tempo livre do que sabemos o que fazer, o auto-aperfeiçoamento tornou-se difícil após a primeira semana de pijama.

E se você der a desculpa de que não tem tempo para cuidar de si mesmo, reserve o dobro do tempo para pensar apenas sobre isso tudo. 

Quer saber mais sobre saúde mental? Não deixe de acompanhar nossa série especial que estamos montando exclusivamente para você.

Curta nossa maratona de artigos e compartilhe em suas redes sociais!

Confira também Autocuidado com a saúde mental

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Descubra o melhor que há em você