Hipnoterapia: você sabe o que é?

 

Praticamente todos os males que nos afligem, sejam eles, físicos ou psicológicos, tem cada vez mais afetado a vida das pessoas.

Assim, podemos dizer que estamos vivendo tempos conflituosos, principalmente no que concerne sobre nossos valores mais profundos.

Na verdade, a expectativa de vida das pessoas tem sido acrescida com o passar do tempo, graças aos enormes avanços da tecnologia. Porém, por outro lado, vivenciamos um momento onde as “doenças da alma” se veem em contínuo crescimento ascendente.

Melhoramos os aspectos da longevidade, mas pioramos no aspecto da saúde interna, psíquica e emocional.

Por que, isto?

As técnicas mais comuns, conhecidas pela medicina tradicional, já não têm dado conta, pois, às vezes, as raízes dos males são mais profundas.

Por outro lado, técnicas milenares, comprovadas por bilhões de pessoas, estão sendo revistas e resgatadas, mesmo que sob outras roupagens modernas.

Saiba que a hipnose têm ajudado muitas pessoas a resolverem seus problemas, neste sentido.

E hoje vamos falar de uma técnica muito poderosa, que também pode ser usada para sanar conflitos que vão além do físico.

 

 

Hipnoterapia

De onde vem a palavra “hipnose”?

A palavra “hipnose” vem da palavra grega “hypnos”, que significa simplesmente “dormir”.

Assim, hipnose, também conhecida como hipnoterapia, trata-se de um estado alterado de consciência onde se aumenta o foco e a concentração.  A hipnoterapia deve ser realizada somente, por um profissional devidamente qualificado que conhece bem o métodos e estratégias .

Desta forma, a hipnose pode ser usada para obter controle sobre comportamentos indesejados ou para lidar melhor com a ansiedade ou qualquer tipo de dor. É importante saber que, embora a pessoa esteja mais aberta a sugestões durante a hipnose, não perde o controle sobre seu comportamento.

Na verdade, a hipnoterapia pode ser um método eficaz para lidar com o estresse e a ansiedade. Em particular, a hipnose pode reduzir estes transtornos antes mesmo de um procedimento médico, como o uso de remédios.

Além disso, a hipnose é estudada para outras condições, que incluem:

Controle da dor

A hipnose pode ajudar com a dor, como por exemplo, em se tratando de traumas de queimaduras, câncer, parto, fibromialgia, problemas de articulação, procedimentos odontológicos e dores de cabeça.

Mudanças comportamentais

A hipnose tem sido usada com algum sucesso no tratamento de insônia, fumo, alcoolismo e compulsões alimentares.

 

Condições de saúde mental

A hipnose pode ajudar a tratar os sintomas de depressão, ansiedade, fobias e estresse pós-traumático.

Assim, esta forma de terapia, conhecida como Medicina Integrativa Comportamental, tem o propósito de utilizar a mente para ajudar a reduzir ou aliviar uma variedade de problemas. 

Essa “mudança” na consciência pode ajudar pacientes a ver situações, sentimentos e eventos da vida real sob uma “luz diferente”. Enquanto sob hipnose, o indivíduo torna-se mais aberto às sugestões e orientações do hipnoterapeuta. Como resultado, o paciente é capaz de fazer mudanças positivas em sua vida.

Como vimos, a hipnoterapia é usada para tratar uma ampla gama de condições, onde podemos acrescentar também:

  • Fobias
  • Vícios
  • Conflitos de relacionamento / família / trabalho
  • Distúrbios do sono
  • Ansiedade
  • Depressão
  • Transtorno de estresse pós-traumático (PTSD)
  • Luto e perda de um ente querido
  • Cessação do Tabagismo
  • Perda de peso
  • etc.

É importante entender que os sentimentos ou memórias associados ao trauma tendem a se “esconder” na memória inconsciente, de forma que o indivíduo não se lembre (no nível consciente) do trauma que vivenciou.

A análise, por outro lado, tem se mostrado extremamente eficaz para investigar a fundo os processos mentais subconscientes na recuperação de memórias ​​- todos os quais podem estar causando sofrimento psicológico, condições de saúde mental e/ou comportamentos problemáticos.

O hipnoterapeuta coloca o indivíduo em um estado de relaxamento e, em seguida, o ajuda a explorar e sondar as memórias inconscientes.

Muito importante: o método não se destina a curar ou “mudar” diretamente o comportamento de um indivíduo. Em vez disso, o objetivo é determinar a causa principal do sofrimento do indivíduo e tratá-la por meio de psicoterapia.

Portanto, o tratamento hipnoterápico pode ser extremamente benéfico para uma ampla gama de questões psicológicas, físicas e comportamentais. Também é usado para ajudar a aliviar todo tipo de sintomas para indivíduos (independente da idade) que possam viver vidas felizes e produtivas.

Então, siga seu instinto. Se sua intuição diz que é um bom caminho a busca por um profissional, dê uma chance.

Encontre seu hipnoterapeuta e terapia ideal continuando a seguir nossa maratona de saúde mental.

Quer saber mais sobre saúde mental?

Não deixe de acompanhar nossa série especial que estamos montando exclusivamente para você.

Curta nossa maratona de artigos e compartilhe em suas redes sociais! Clique aqui.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Descubra o melhor que há em você